A empresa de segurança PSafe está alertando sobre um novo golpe do WhatsApp que tenta conseguir informações das vítimas e gerar visitas a uma página fraudulenta usando como isca um cupom de R$ 800 para a compra de chocolates. Segundo a empresa, 300 mil pessoas já receberam o link falso.

Como em outras fraudes no WhatsApp, a própria vítima é convidada a encaminhar o link da fraude para seus contatos antes de receber o que foi prometido — nesse caso, o voucher. Para dar um ar de legitimidade ao golpe, o site ainda faz “perguntas” para a vítima, como “que país festeja a Páscoa com as pessoas fazendo guerra de ovos?”.

Durante a interação com o golpe, a vítima também pode acabar autorizando o recebimento de notificações no navegador do celular. Essas notificações aparecerão como notificações normais no próprio celular, em nome do navegador, e podem levar a vítima para novas fraudes no futuro.

Segundo a PSafe, uma versão da mesma fraude também está presente no Facebook, onde os criminosos criam páginas falsas de varejistas para divulgar promoções fantasiosas.

A coluna Segurança Digital recomenda que nenhuma “promoção” recebida no WhatsApp seja encaminhada aos contatos. Além disso, nenhum dado pessoal — inclusive informações básicas como nome e data de nascimento — deve ser informado em páginas recebidas em links no WhatsApp recebidos de forma inesperada. Como esses golpes são encaminhados pelas vítimas aos seus contatos, é preciso ter cuidado também com links recebidos de amigos.

SAIBA MAIS
Golpe no WhatsApp promete kit de maquiagem pelo Dia da Mulher

Golpe no WhatsApp atinge milhares com falso cupom de fast food
Golpe no WhatsApp sobre ’14º salário’ chega a milhares de internautas

‘CNH gratuita’ vira tema de golpe no WhatsApp, alerta empresa
Golpes no WhatsApp podem elevar conta do celular; veja lista e fuja deles

(Foto: Lotus Head/Freeimages.com)

Dúvidas sobre segurança, hackers e vírus? Envie para g1seguranca@globomail.com



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here