Programa social “Escola de Mães” realizou atividades no Brasil e 10 países para proporcionar um dia para toda a família longe da tecnologia

Pais e filhos





O uso excessivo dos smartphone pode prejudicar o tempo de convivência entre pais e filho. O programa social “Escola de Mães”, mantido pela Universal, dedicou a programação do mês de julho para promover um encontro de famílias longe da tecnologia. As atividades ocorreram no Brasil em também em outros 10 países.


Segundo um levantamento realizado pela empresa AVG, 87% dos filhos afirma que os pais estão usando demais smartphones e tablets. Esse número é bem superior à média global que é de 54%. O comportamento dos adultos foi interpretado, por 32% das crianças, como uma atitude transmitia a sensação de serem ignorada.


A coordenadora do “Escola de Mães”, Néia Dutra afirma que os membros das famílias estão ficando mais distante. “O diálogo vai ficando escasso e monossilábico – é, não, sim, tá – os afetos vão esfriando e, por consequência, os familiares se distanciam um dos outros.


Para proporcionar momentos de descontração sem a necessidade de aparelhos eletrônicos, a projeto levou jogos e brincadeiras que remetem à uma época em que as crianças tinham outros interesses como: bambolê, bolinha de gude e pega-varetas. As famílias também participaram de aulas de artesanato para confeccionar bijuterias e porta trecos. 









Uma conselheira do projeto organizou uma roda de conversa para que pais e filhos tivessem a terem um diálogo frente a frente. Mesmo com uma pessoa responsável por fazer media, esse foi um momento para aproximar a relação por meio de perguntas e repostas.


O psiquiatra André Brasil Ribeiro, presidente da Associação Psiquiátrica da Bahia, afirma que o principal motivo do distanciamento é a diminuição da comunicação afetiva entre a família. “Não se transmite afeto pelo celular”, diz médico 


Os encontros da escola de Mães acontecem todo primeiro domingo de cada mês, no tempo de Salmão, nas principais capitais e em algumas cidades do interior.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here