Teremos um Google Pixel Intermediário com Snapdragon 710 em 2019

Rumores apontam que a empresa pode lançar um Google Pixel intermediário ano que vem. O aparelho deve ter o novo processador da série 700 da Qualcomm garantindo desempenho e custo benefício amigáveis.

Google Pixel Intermediário em 2019?

O Google parece pronto para adicionar alguns telefones de gama média à família Pixel.

Seguindo rumores do início deste ano sobre um Pixel de alcance médio na Índia, um tweet do vazador em série Roland Quandt nos dá uma pequena visão do que esperar para o ano que vem.

De acordo com Quandt, que tem muitos vazamentos verificados em seu currículo, a Google está trabalhando em um dispositivo “móvel” que roda no chip Qualcomm Snapdragon 710.

O dispositivo deve ser lançado no primeiro semestre do ano que vem e o Google acaba de começar a trabalhar nele.

Enquanto Quandt especula que este dispositivo pode ser um telefone Pixel, ele não afirma ter nenhuma informação específica sobre o que é este dispositivo, além de dizer que é “móvel”. Dito isso, parece improvável que o Google lance um tablet, uma vez que (sem a menor cerimônia) arrancou a seção de tablets do site do Android na Google Play em todo o mundo.

Presumindo que o dispositivo que Roland Quandt ouviu falar seja, de fato, um novo Pixel, ele pode ser a segunda geração do Pixel numa versão de gama média. A primeira geração poderia chegar em julho ou agosto, visando especificamente a Índia e outros mercados em desenvolvimento.

Como no início do ciclo de desenvolvimento, tudo ainda está em fluxo, por isso, mesmo que esse rumor esteja correto, o projeto ainda pode mudar ou até mesmo parar no futuro.

Por que o Snapdragon 710?

O Snapdragon 710 é o novo chip da Qualcomm para dispositivos de “médio alcance superior”. O objetivo é oferecer alto desempenho e um rico conjunto de recursos para telefones que vendem no intervalo de US$ 400 a US$ 500. O Xiaomi Mi 8 SE é o primeiro telefone lançado com o Snapdragon 710 a bordo.

O antecessor do Snapdragon 710 é o Snapdragon 660, encontrado no Vivo X21, no Nokia 7 Plus, no Xiaomi Mi Note 3 e no HTC U12 Life.

Comparado ao Snapdragon 660, o 710 trará melhorias significativas de desempenho, uma redução de 30% no consumo de bateria e suporte para aprendizado de máquina avançado e outros recursos de inteligência artificial.

Os telefones Pixel anteriores foram todos de gama alta, com algumas variantes do Pixel 2 XL testando o limite de US$ 1000. Um dispositivo Pixel, que é vendido por metade disso, pode expandir bastante o alcance de hardware do Google, com o custo de aumentar a pressão sobre os fabricantes do Android.





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here