Na próxima sexta-feira (6) a velocidade da Terra será cerca de 7 mil quilômetros mais lenta do que no mês de janeiro. Não, isso não tem nenhuma relação com a partida do Brasil contra a Bélgica na Copa do Mundo. O fenômeno acontece pois neste dia o planeta vai passar pelo que os astrônomos chamam […]

Na próxima sexta-feira (6) a velocidade da Terra será cerca de 7 mil quilômetros mais lenta do que no mês de janeiro. Não, isso não tem nenhuma relação com a partida do Brasil contra a Bélgica na Copa do Mundo. O fenômeno acontece pois neste dia o planeta vai passar pelo que os astrônomos chamam […]


Nesta sexta-feira (6) a velocidade da Terra será cerca de 7 mil quilômetros mais lenta do que no mês de janeiro. Não, isso não tem nenhuma relação com a partida do Brasil contra a Bélgica na Copa do Mundo.


O fenômeno acontece pois neste dia o planeta vai passar pelo que os astrônomos chamam de afélio, trocando em miúdos, a Terra estará mais distante do Sol do que em qualquer outro dia de 2018.


Palavra de origem grega que significa exatamente ‘longe do Sol’, o afélio deixará o astro rei cerca de 152 milhões de quilômetros afastado da Terra. Seu ápice será justamente na sexta, precisamente às 14h46, no horário de Brasília.



A Terra vai estar mais lenta nesta sexta-feira


Ao site da BBC Brasil, Nayra Rodríguez Eugenio, astrofísica e professora do Instituto de Astrofísica das Canarias, em Tenerife, na Espanha, explicou que “o afélio é o ponto da órbita ao redor do Sol em que a Terra fica mais longe do astro e o periélio (que quer dizer ‘perto do Sol’) é justamente o oposto, o ponto da órbita em que a Terra fica mais próxima ao astro”, disse.


É exatamente este afastamento o responsável pela diminuição de velocidade da Terra. De acordo com as leis de Kepler – sobre movimentos planetários, pensados pelo matemático alemão Johannes Kepler no século 17, quando os planetas estão mais próximos do Sol eles se movem mais rápido.


Interessante notar que o verão no Hemisfério norte, temporada quando o Sol está mais próximo desta parte do planeta, coincide exatamente com o afélio. Já pelas bandas do Hemisfério Sul, o verão esbarra com o periélio. Isso se dá por esta parte possuir mais água, fazendo com que a temperatura não aumente tanto e a Terra consiga se nutrir de mais energia.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here