O dono do Facebook Mark Zuckerberg disse à revista Wired que levará três anos para a rede social ser capaz de identificar conteúdos nocivos e comportamentos inadequados na plataforma. 


“Acho que se trata de uma transição de três anos para realmente construir as equipes, porque você não pode simplesmente contratar 30 mil pessoas do dia para a noite”, disse Mark Zuckerberg.


O motivo de levar anos para corrigir a plataforma seria a demora para montar equipes e dar treinamentos. Segundo o executivo, a empresa está investindo em segurança desde o ano passado e, portanto, o período de três anos para corrigir o Facebook já está em andamento. 


Em depoimento ao Congresso dos EUA, Zuckerberg disse que 20 mil funcionários e softwares de Inteligência Artificial (AI) vão trabalhar juntos para identifique e monitorar os conteúdos inadequados na plataforma.


A empresa enfrenta sua pior crise desde que foram publicadas as notícias de que a consultoria britânica Cambridge Analytica coletou e armazenou de formar irregular dados de 87 milhões de usuários do Facebook. Esses dados teriam sido usados para montar um banco de dados e favorecer a campanha presidencial de Donald Trump, em 2016. 


Nesta semana, durante a abertura do evento anual do Facebook voltado para profissionais de tecnologia, o F8, Zuckerberg apareceu em público pela primeira vez desde o escândalo de vazamento de dados. Desta vez, além de apresentar os novos projetos, a conferência tem como finalidade tranquilizar usuários e investidores sobre a capacidade da empresa de manter o sigilo as informações compartilhadas com a rede social.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here