O Facebook está sendo acusado pela startup Six4Three de vigiar o comportamento dos usuários sem autorização. A rede social de Mark Zuckerberg teria obtido informações pessoais e privadas através do aplicativo para celular. As informações foram publicadas pelo jornal britânico The Guardian nesta quinta-feira (24).



A espionagem seria uma prática não somente entre os usuários e seus amigos, mas também entre pessoas que não têm um perfil no Facebook. Isso evidenciaria que a rede social não tinha o consentimento para realizar a coleta e o uso dos dados.


Um dos documentos entregue às autoridades diz que o Facebook explora e implementa formas de armazenar o histórico de localização, ler as mensagens de texto, acessar gravações feitas com o microfone, obter os registros de ligações e monitorar o uso de outros aplicativos no celular.


Segundo a acusação, o Facebook usa todas essas informações para obter vantagens comerciais sobre outros aplicativos concorrentes.


Um porta voz do Facebook disse que as acusações feitas pela Six4Three “não têm mérito e que eles vão se defender com vigor”.


Os usuários de celulares Android, o sistema operacional criado pelo Google, foram os mais afetados pela coleta irregular de informações pessoais. Os iPhones, desenvolvidos pela Apple, também foram vasculhados, mas com menos acesso aos dados dos aparelhos.


O processo da Six4Three contra o Facebook corre na justiça norte-americana há mais de dois anos.


Tecensina: Descubra quais aplicativos estão usando os seus dados no Facebook





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here