Um trabalhador desastrado do Google cometeu um erro que já se tornou clássico nos velozes mercados eletrônicos: apertar a tecla errada em um treinamento e com isso encaminhar um falso anúncio a grande número de páginas da web e apps.

O erro, que aconteceu na noite de terça-feira (4), fez o falso anúncio —um retângulo amarelo sem texto— aparecer em muitos sites e apps nos Estados Unidos e na Austrália, nos quais esteve visível por aproximadamente 45 minutos.

A incapacidade de evitar um erro humano tão corriqueiro é um revés para o Google, que liderou a automação do processo de colocação de publicidade online e é visto em geral como líder na aplicação da inteligência artificial à maneira pela qual esses mercados funcionam.

O Google confirmou o erro e disse que “honrará os pagamentos aos provedores de conteúdo por quaisquer anúncios adquiridos”.

A empresa não se pronunciou sobre a escala do problema, mas uma fonte do setor publicitário estimou um custo potencial de US$ 10 milhões (R$ 39 milhões).

O erro aconteceu quando um grupo de trainees na área de publicidade do Google estava sendo ensinado a usar o sistema eletrônico, disse uma pessoa informada sobre o erro. Um dos participantes foi além do pretendido e na verdade submeteu uma ordem de compra.

O erro passou despercebido pelo Google por cerca de 45 minutos –período muito longo nos mercados de leilões online de publicidade–, apesar do alcance amplo do anúncio.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here