Se você tem alguma dúvida sobre segurança da informação (antivírus, invasões, cibercrime, roubo de dados etc.) vá até o fim da reportagem e utilize o espaço de comentários ou envie um e-mail para g1seguranca@globomail.com. A coluna responde perguntas deixadas por leitores no pacotão, às quintas-feiras.

>>> Congelamento do site Minhateca
Incialmente parabenizo a ação da juíza. Entretanto, quantas pessoas foram prejudicadas?
Perdi, dessa forma, 5 semestres inteiros da faculdade. Tinha fotos pessoais de casamento, matérias de autoria própria de trabalhos que fiz para Universidade Federal do Ceará, e gostaria de ter acesso para pelo menos remover.

Iuri

Minhateca; Legenda: Página principal do site Minhateca, que foi retirado do ar pela Justiça de São Paulo (Foto: Reprodução)Minhateca; Legenda: Página principal do site Minhateca, que foi retirado do ar pela Justiça de São Paulo (Foto: Reprodução)

Minhateca; Legenda: Página principal do site Minhateca, que foi retirado do ar pela Justiça de São Paulo (Foto: Reprodução)

Iuri, nenhum responsável pelo site pôde ser encontrado pela Justiça. Logo, não foi possível fazer qualquer acordo, nem mesmo solicitar a remoção do material que infringia os direitos autorais e a adoção de alguma medida para reduzir a reincidência e manter o site funcionando.

É bom lembrar que uma situação semelhante ocorreu quando o site Megaupload foi retirado do ar. Muitas pessoas que dependiam do serviço para armazenar seus dados ficaram sem acesso. Nesse caso, porém, o provedor que mantinha os servidores do Megaupload acatou uma ordem da Justiça para preservar os servidores e, portanto, os dados das pessoas. Porém, jamais houve acordo para a recuperação das informações.

Dessa forma, fica bastante claro que não é uma boa ideia manter arquivos exclusivamente em serviços on-line. Isso vale inclusive para serviços de reputação considerável (como OneDrive, Dropbox e Google Drive), e é ainda mais importante quando você utiliza algum serviço gratuito de armazenamento de uma empresa totalmente desconhecida.

>>> Anúncios de vírus no celular
Muitas vezes estou procurando, livros em PDF para baixar e do nada entra uma página dizendo que meu celular está infectado com vários vírus?? Como me livrar disso? E os antivírus afinal protege ou não???
Márcia

Isso que você está vendo, Márcia, são anúncios publicitários. A mensagem sobre seu celular estar infectado é falsa.

Esses anúncios podem aparecer a qualquer momento, mas, segundo o seu relato, você só recebe esses anúncios quando procura livros.

Se você está procurando livros em formato “PDF”, creio que você pode estar tentando baixar material distribuído de forma ilícita. Afinal, e-books (livros digitais) são vendidos em diversas livrarias brasileiras, e esses sites em geral não possuem qualquer anúncio publicitário. Os sites do Projeto Gutenberg e Domínio Público também não trazem anúncios publicitários. Esses sites são fontes legítimas para obter publicações que já não estão mais protegidas por direito autoral.

Quando você navega em sites com conteúdo potencialmente ilícito, essas páginas tendem a se financiar através de redes de publicidade de baixa qualidade. Logo, anúncios fraudulentos e enganosos (como esses que alegam falsamente que o seu celular está infectado) são mais comuns nesse tipo de site.

Repito, é possível que você recebe esses anúncios ao navegar em qualquer site. Mas, se você busca algum conteúdo ilícito, é quase certo que você vai acabar vendo esses anúncios. Se o problema persiste e é frequente inclusive em sites legítimos, você pode ter um problema no seu roteador doméstico, ou seja, é o seu Wi-Fi que pode estar com problema. Nesse caso, o roteador deve ser reconfigurado. Dependendo do seu conhecimento sobre redes, talvez você precise de ajuda de um técnico para essa tarefa. Se o equipamento pertence a um provedor, é melhor pedir auxílio do próprio provedor.

>>> Mais anúncios de vírus no celular
Fui interpelada por um desses anúncios de vírus é acabei por instalar o programa indicado, contudo desinstalei alguns segundos depois.
Ainda corro algum risco?

Derielly

Anúncio falso alegando que aparelho celular está infectado para divulgar algum aplicativo que renderá comissão aos golpistas.  (Foto: Reprodução)Anúncio falso alegando que aparelho celular está infectado para divulgar algum aplicativo que renderá comissão aos golpistas.  (Foto: Reprodução)

Anúncio falso alegando que aparelho celular está infectado para divulgar algum aplicativo que renderá comissão aos golpistas. (Foto: Reprodução)

Embora exceções existam, é provável que você não esteja correndo risco algum. Esses anúncios normalmente divulgam produtos legítimos (ainda que, às vezes, muito pouco úteis) e que são baixados diretamente do Google Play, que tem um filtro para barrar aplicativos maliciosos (embora um ou outro aplicativo às vezes passe por esse filtro).

De qualquer forma, o criminoso que fez o anúncio recebe uma comissão por ter “indicado” o programa para você. Se você instala e logo remove o programa, quem sai perdendo é o dono do aplicativo, que pagou a comissão ao golpista. Para o golpista, portanto, é “melhor” indicar um produto disponível no Google Play, já que mais pessoas poderão instalar o software e a fraude ganhará um ar de legitimidade.

Sendo assim, Derielly, você fez a coisa certa e provavelmente seu celular está seguro. Apenas tome mais cuidado no futuro.

Se por acaso o download ocorreu fora do Google Play, a chance de você ter instalado algo realmente perigoso é muito maior. Para essa situação, recomenda-se restaurar o aparelho ao estado de fábrica no menu de “Configurações” no celular.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here