A cirurgiã veterinária Michelle Oblak, da Universidade de Guelph, no Canadá, realizou um procedimento inovador que utilizou uma impressora 3D reconstruir o crânio de uma cachorra.


Patches, da raça dachshund, passou por uma cirurgia para a retirada de um grande tumor cancerígeno na cabeça e foi preciso extrair também 70% do crânio.


Leia também: De gato a muleta: as bizarrices achadas por motoristas de app



O tumor tinha atingido um tamanho tão grande e estava tão pesado que podia afetar o globo ocular e até o cérebro.


A solução encontrada para salvar o animal e realizar a reconstituição foi uma peça de titânio construída sob medida.




“A tecnologia avançou tão rapidamente que pode oferecer essa placa personalizada e de ponta para um de nossos pacientes caninos”, disse a veterinária Michelle Oblak.


Leia também: ‘Desafio da puberdade’ chega ao mundo pet e bomba no Instagram


Antes de entrar na sala de cirurgia, foi realizado um modelo para um treinamento prévio e para estimar o tamanho da peça que seria produzida. O uso da tecnologia diminui os riscos e também o tempo de recuperação.


Leia também: Acha que alguém te bloqueou no WhatsApp? Saiba como ter certeza 


A veterinária realiza estudos comparativos entre casos de câncer em animais e em humanos. Ela acredita que o resultado bem-sucedido com Patches indica que as mesmas técnicas também podem beneficiar pessoas. 


Veja também: Descubra 8 usos de uma impressora 3D que você nunca imaginou






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here