Pesquisa realizada pela SPC Brasil e CNDL, em todas as capitais, mostra que 74% dos internautas brasileiros usam o celular em pelo menos uma das três etapas de compra: pesquisa de produtos e serviços (32%), comparação de preços (28%) e pagamento (14%). Só um em cada quatro brasileiros com acesso à internet ignoram o aparelho na hora de ir às compras.



A concorrência na web é grande e atrair a atenção dos consumidores vai além de cobrar o valor mais baixo. Segundo a pesquisa, o principal fator de escolha para os brasileiros com acesso à internet é o frete grátis (58%). Não ter que pagar para receber o produto na porta de casa é mais importante até que o preço (51%) e a reputação do vendedor (37%).


A distância, o trânsito e o tempo são fatores que dificultam uma pesquisa detalhada dos preços pelas lojas e shoppings da cidade. Por isso, para 53% dos entrevistados, a internet tem a vantagem de facilitar a busca pela oferta mais em conta. Em seguida, está a comodidade de não precisar sair de casa (43%) e o benefício de comprar em qualquer horário (33%).


Entre a imensa variedade de produtos que podem ser adquiridos em poucos cliques e um cartão de crédito, os brasileiros preferem comprar itens de vestuários, seguido por artigos de casa, eletrodomésticos, ingressos, cosméticos e celulares.


Além de oferecerem mesmo produto das lojas pelo menor preço, as lojas online também costumam oferecer um parcelamento maior. Sete em cada 10 entrevistados dividiram o valor das compras online em média em 5 parcelas nos três meses anteriores a pesquisa.


Quem encontrou o que procurava pelo melhor preço, com a melhor condição de pagamento e ainda recebeu em casa a compra, costuma repetir a experiência. As lojas virtuais são citadas como primeira opção por 93% de quem já adquiriu esse hábito. As lojas de rua são citadas por 62% e os shopping centers por 58%.


Veja também:


Além do ‘hahaha’: Como são as risadas na internet em outros países






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here